publicidade

Notícias >>

Daniel Furletti vai coordenar a comissão que revisará norma sobre metodologia de cálculo do CUB

Última alteração na NBR 12721 aconteceu há mais de dez anos

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
10/Abril/2017
Shutterstock

Em reunião realizada na última quarta-feira (5) em São Paulo, Daniel Furletti foi eleito como coordenador da Comissão de Estudo CE-002.139.13 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que revisará a NBR 12721:2006, sobre a metodologia do cálculo do Custo Unitário Básico por metro quadrado (CUB/m²). O encontro contou com a participação de 16 representantes de Sindicatos da Indústria da Construção Civil (Sinduscons) de todo País.

Furletti é coordenador sindical do Sinduscon-MG e do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (BD/CBIC). Além dele, Ieda Vasconcelos, economista do BD/CBIC e assessora Econômica do Sinduscon-MG, foi escolhida como secretária executiva da comissão.

O objetivo é estabelecer, por consenso, regras, diretrizes ou características para normalização no campo das disposições para a avaliação de custos unitários das construções compreendendo os edifícios com unidades autônomas dispostas em pavimentos, conjuntos de residências unifamiliares isoladas ou geminadas, conjunto de galpões de uso industrial ou comercial no que se refere à terminologia e procedimento.

"A revisão é importante em função da necessidade de adaptação das atuais técnicas construtivas e da incorporação das exigências contidas na Norma de Desempenho (ABNT NBR 15575/2013) nos materiais de construção. A última alteração da norma ocorreu há 10 anos (2006)", disse o coordenador da comissão de estudos.

publicidade

publicidade

Destaques da Loja Pini

A consulta dos profissionais ao site CONSTRUNORMAS não substitui, em hipótese alguma, o exame detalhado das normas técnicas vigentes junto à ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Pelo contrário, as interpretações e apontamentos reunidos no site visam facilitar e estimular o consumo frequente das informações integralmente contidas nos textos das normas, comercializadas nos canais autorizados pela ABNT (http://www.abnt.org.br/)