publicidade

Notícias >>

Notícias

ABNT lança norma para sistemas de poliureia

O texto deverá servir de base para normas futuras

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
17/Outubro/2016
Marcelo Scandaroli

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) lançou na última terça-feira (11) a NBR 16545 - Revestimentos de alta espessura com sistemas de poliureia e híbridos de poliureia/poliuretano - Requisitos de desempenho. A norma inclui definições, parâmetros de performance, requisitos de segurança e meio ambiente, entre outros itens para a utilização de poliureia.

Desenvolvida pela Comissão de Estudo de Poliuretano (ABNT/CE - 010.501.09), a normativa tem validade após a sua publicação. Para o coordenador da Comissão de Estudos de Poliuretano, Vinicius Serves, nas recomendações é exigida uma resistência mínima de impermeabilização e proteção mecânica. A publicação também deverá fornecer uma base para outras normas de aplicação específica para revestimentos.

"Fizemos uma norma básica que especifica a performance mínima do produto e fornece um guia de melhores práticas para se aplicar o material. Como cada segmento é muito específico, é impossível criar uma norma que englobe todos os segmentos. O ideal é que cada Comitê Brasileiro da ABNT use a norma como matriz para criar a normatização específica da sua área", explica.

O desenvolvimento da norma contou com empresas do setor e 78 profissionais em 39 reuniões, desde julho de 2013.

A poliureia é uma tecnologia ainda recente no Brasil, mas sua utilização tem crescido, devido aos benefícios como: insensibilidade à umidade e temperatura, além de elevada resistência mecânica e química. O material pode ser empregado na impermeabilização de pisos industriais, revestimentos de cisternas, galeria de água e adutoras, além de piscinas, telhados verdes e caneletas de água.

Seu uso também é destinado à indústria naval para a proteção contra corrosão, para indústrias de mineração, petroquímica, automobilística e para o revestimento de caçambas de caminhão.

publicidade

publicidade

Destaques da Loja Pini

A consulta dos profissionais ao site CONSTRUNORMAS não substitui, em hipótese alguma, o exame detalhado das normas técnicas vigentes junto à ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Pelo contrário, as interpretações e apontamentos reunidos no site visam facilitar e estimular o consumo frequente das informações integralmente contidas nos textos das normas, comercializadas nos canais autorizados pela ABNT (http://www.abnt.org.br/)