publicidade

Coberturas e forros >>

Forros de chapas de gesso para drywall

Solicitar a qualificação ou certificação do produto

Obs.: A empresa deverá informar se o seu produto é qualificado ou certificado, o programa, a entidade coordenadora geral, a entidade gestora técnica ou o OCP (Organismo de Certificação do Produto).

Solicitar informações sobre a classificação ambiental

  • Classificação do resíduo: conforme resolução CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) 307, de 05 de julho de 2002, e 431, de 24 de maio de 2011, os resíduos de forro de gesso podem ser considerados de classe B.
  • O FABRICANTE DEVE INFORMAR A CLASSE DO SEU PRODUTO.
  • Destinação do resíduo: Os resíduos de classe B são recicláveis.
  • O FABRICANTE DEVE INFORMAR A DESTINAÇÃO, CONFORME RESOLUÇÃO DO CONAMA

Obs.: Caso a empresa tenha DECLARAÇÃO AMBIENTAL DO PRODUTO, solicitar as informações.

DESEMPENHO

  • Desempenho estrutural (NBR 15575-5)
    A empresa deve informar quais são as cargas de uso permitidas para peças fixadas em forros, como luminárias etc., considerando um coeficiente de segurança mínimo de 3,0. Para a carga de serviço deve ser limitada a ocorrência de falhas e o deslocamento vertical do forro a L/600, com valor máximo admissível de 5 mm, onde L é o vão do forro. A carga mínima a ser considerada é de 30N. O fabricante deve informar as condições para fixação de peças nos forros, se diretamente ou em estrutura auxiliar.
  • Segurança ao fogo (NBR 15575-5)
    A empresa deve informar quais são as características de reação ao fogo do forro, considerando a classificação em termos de propagação de chamas e densidade de fumaça, conforme a NBR 9442 e ASTM E 662. Se houver sanduíche com material combustível, adotar a BS EN 13823 juntamente com a ISO 11925-2.
    Pode também informar valores de resistência ao fogo do sistema de cobertura ou do conjunto forro + laje.
  • Desempenho térmico
    A empresa deve informar o valor da condutividade térmica do material.
  • Desempenho acústico
    A empresa deve informar características relativas à absorção sonora do forro e, se for o caso, isolação sonora do conjunto cobertura ou conjunto forro + laje.
  • Durabilidade
    A empresa deverá apresentar informações a respeito da vida útil de projeto do produto.

Manutenção

O fabricante deverá especificar os serviços importantes de manutenção para atingir a vida útil declarada.

Como Comprar

Itens a serem verificados e/ou solicitados no momento da compra e recebimento.

  • Informar os tipos de chapas, os tipos de bordas, as dimensões das chapas e outras características particulares de projeto.
  • Informar os tipos de perfis, as dimensões, a espessura da chapa zincada, a designação do revestimento de zinco e outras características particulares de projeto.
  • Informar os tipos de acessórios, a quantidade e outras caracteristicas particulares de projeto.
  • Informar os tipos de parafusos e as dimensões.
  • Informar os tipos de massa para juntas.
  • Informar os tipos de fitas para juntas.
  • Observar as distâncias entre as fixações e os detalhes como a espessura da chapa, sua resistência ao fogo e à umidade, e cargas a serem acrescentadas, já que esses itens dependem da área do forro e podem exigir novos cuidados.
  • O projeto deve levar em consideração todas as exigências e limitações da arquitetura, sua segurança, o grau de exposição que as vedações externas estão submetidas e a localização de portas e janelas.
  • A aplicação do sistema de chapas é feita após a execução da superestrutura, das vedações verticais, do acabamento das paredes e da garantia de que não haverá vazamento ou infiltração acima do forro.
  • Recomenda-se cuidado na escolha de fornecedores e da qualificação da mão de obra contratada.
  • Os forros drywall são transportados pelo fornecedor sobre paletes, protegidos contra a umidade e outros danos que podem diminuir o desempenho do produto.
  • Na hora do recebimento do material, é preciso verificar se as chapas não apresentam cantos quebrados, bordas rasgadas, faces molhadas ou rasgadas e se não há pontos de ferrugem nos metais. Também é importante escolher um local de estocagem coberto e armazenar as chapas afastadas do chão plano, sobre estrados ou pontaletes, protegidas por manta plástica.

 

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2

publicidade

publicidade

Destaques da Loja Pini

A consulta dos profissionais ao site CONSTRUNORMAS não substitui, em hipótese alguma, o exame detalhado das normas técnicas vigentes junto à ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Pelo contrário, as interpretações e apontamentos reunidos no site visam facilitar e estimular o consumo frequente das informações integralmente contidas nos textos das normas, comercializadas nos canais autorizados pela ABNT (http://www.abnt.org.br/)